Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Memórias da Aldeia do Peso

Aos nossos amigos e visitantes

Blog direccionado para a recolha de Fotos, Trabalhos, Documentos, Vídeos etc. sobre " O Passado, Presente e Futuro do Peso" . Procuramos dentro do possível, transmitir o que de mais relevante se passa no Peso e ser um elo de ligação entre os residentes e ausentes. Colabora e envia o que tiveres de interesse sobre o Peso e suas Gentes Agradecimentos - Pela colaboração na cedência de fotos e outros trabalhos às seguintes Pessoas : Rui Morão,José Batista Vaz Pereira, Família de José Pereira Santos, Tó Aníbal, José Batista, Família de João Abrantes Ferraz, Família de José Pires Simões, Vicente Olímpio dos Santos, Família de Manuel Afonso Oliveira, Yoann Manuel Pereira, Maria Pires Serralheiro, António Madeira Varandas, Maria Leonor Ferreira Pires Morão, Ramiro Morais Valentim, Francisco Madeira (Lisboa), Família de Carmelina Ferreira Morão, Patrocínia Proença, João Abrantes dos Santos, Joaquim dos Santos, Joaquim Proença Rebelo, José Mateus Casteleiro, Júlio Mendes Silva ( Morador ao pé do Santuário), Elvira Morais, Artur do Santos Pereira (Ourém), Maria Casteleiro, Maria \"Caraia \", Beatriz Pires, João Mateus Casteleiro, Carlos Casteleiro ( França ), Família de José Guilherme, Humberto Morão (Covilhã), Margarida Maria (Covilhã), Belarmino Batista ( Canadá ), Ângelo Agostinho, Margarida Pires, José dos Santos Vaz, Família de João Sardinha ( sacristão), António Mingote, Mariazinha Lobo, António Pinto ( França ), António Proença ( Barreiro), Álvaro Olímpio, Fernando Morais Valentim ( França ), Sofia Bento ( França ), Família de José Alfredo Aleixo, José Honório Rodrigues, Família de Joaquim Abrantes Ferraz, Rui Machado (Pesenses no Brasil ), Rosa "Cortiça" ( França ) .Se eventualmente omitimos alguma pessoa pedimos desculpa pelo facto e agradeço informação. José P. Santos O nosso Email - aldeiadopeso@sapo.pt A nossa recomendação: Qualquer reprodução dos seus conteúdos deve ser sempre feita com referência à sua autoria.

Memorial ao Sargento José Paulo dos Santos

29.12.16, José P. Santos
José Paulo dos Santos, 2.º Sargento de Infantaria, da CCac165/BCac158  HONRA E GLÓRIA    José Paulo dos Santos   2.º Sargento de Infantaria   Companhia de Caçadores 165   Batalhão de Caçadores 158   Grau de Cavaleiro, com palma, da Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito (Título póstumo) José Paulo dos Santos, 2.º Sargento de Infantaria, natural da freguesia do Peso, concelho da Covilhã, filho de Manuel Paulo e de Maria José dos Santos. Mobiliz (...)

MEMÓRIAS COM 40 ANOS - AS ELEIÇÕES PARA A ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DO PESO

11.12.16, José P. Santos
MEMÓRIAS COM 40 ANOS AS ELEIÇÕES PARA A ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DO PESO Os portugueses escolheram pela primeira vez em liberdade os representantes para as autarquias há 40 anos. As primeiras eleições democráticas para o poder local realizaram-se a 12 de dezembro de 1976.A lista mais votada para a Assembleia de Freguesia do Peso 1976 / 1979   Junta de Freguesia Presidente  Abílio Abrantes Secretário  José S. Baptista Tesoureiro José P. Santos     Assembleia de Freguesia - (...)

A Matança do Porco

19.11.16, José P. Santos
  MEMÓRIAS DO PESO-COVILHÃ, NAS DÉCADAS 40-50-60 DO SÉCULO PASSADO... BREVE RESENHA COMO ERA A MATANÇA DO PORCO.... Eu fui um conhecedor desta arte, Por norma era a partir do dia 1 de Novembro até Janeiro ou Fevereiro, se dava esta festa familiar , em que o modo de viver rural se manifestava, além de (...)

O Compasso ou visita Pascal na Aldeia do Peso – Covilhã

18.11.16, José P. Santos
  MEMÓRIAS DO PESO COVILHÃ - NAS DÉCADAS DE 40-50-60- DO SÉCULO PASSADO... O COMPASSO OU VISITA PASCAL ...No sábado por volta das 10 horas, era costume de os paroquianos serem avisados, pelo toque dos sinos da igreja sempre a tocar. Daí se formarem grupos de pessoas pelas ruas com cânticos alusivos à Ressurreição... E cheias de giestas,/ na rua o povo já diz,/ Boas Festas! Boas Festas/ / e uma Páscoa Feliz... Aleluia! Aleluia! / há cheiro a rosmaninho,/ Numa aragem de (...)

EM JEITO DE HOMENAGEM...Aos Dramaturgos o Ti António Morais e Ti António Pires.

17.11.16, José P. Santos
  O TEATRO POPULAR NAS DÉCADAS DE 40-50-60 DO SÉCULO PASSADO EM PESO COVILHÃ... EM JEITO DE HOMENAGEM...Aos Dramaturgos o Ti António Morais e Ti António Pires... - Foi num determinado ano, após terminar a Festa de Nossa Senhora de La Salette, de noite no Salão Paroquial do Peso,havia r teatro, foi criado um elenco de Luxo, para representar o Romance As Pupilas do Senhor Reitor ( de Júlio Dinis ) Reitor o Ti José dos Santos, José das Dornas o Ti Manuel dos Santos... (...)

Breve História do Barco Peso / Pesinho

15.11.16, José P. Santos
  NO PESO HAVIA UM BARCO QUE ESPERAVA BARQUEIROS NAS DÉCADAS DE 40-50-60- DO SÉCULO PASSADO... Cada viagem é sempre a primeira, e alguma terá de ser a derradeira. -Vão longe os anos em que as disputas para concessão do barco, que ligava a margem direita do Rio Zêzere com a esquerda ou seja (...) Peso-Pesinho. A proprietária era a Paróquia de Santa Maria Madalena, com uma comissão da Fabriqueira da Igreja Paroquial da Freguesia de Peso que era a entidade que fazia o (...)

Festas do Povo do Peso a S. João Baptista em 1948

11.11.16, José P. Santos
  NO PESO-COVILHÃ, AS MAIORES FESTAS DO POVO A SÃO JOÃO BAPTISTA, FORAM NO ANO DE 1948... Era impossível ficar em casa, os festejos foram organizados pelo Sr. Manuel Gil ( Escrivão Judicial, na reforma ) Sr. José Pereira ( Policia aposentado ) e o Sr. João Luís de Sousa, ( genro da D. Maria do Carmo, a maior proprietária no Peso )...Vieram forasteiros dos Vales,, Pesinho, Coutada, e ainda um amigo trazia consigo um outro amigo mais. Da noite de 23 para 24 de Junho vieram (...)

A Serração da Velha Também Existiu no Nosso Peso

10.11.16, José P. Santos
  A SERRAÇÃO DA VELHA ... Ouvi ao velho Ti João Gonçalves que ainda o conheci com um moinho de água no ribeiro do Braçal e a última vez que vi o moinho já estava perdido entre silvas e em ruínas. . Ouvi dele, era eu ainda muito jovem: O uso de serrar a velha também existiu no Nosso Peso. A festa revestia-se duma forma bastante curiosa. Apresentava-se um homem munido de um cortiço, dentro metia um gato e um cão. O cortiço era bem fechado, esse homem com ele vinham mais, muni (...)

As danças de roda na Aldeia do Peso anos 40.50.60

09.11.16, José P. Santos
      AS DANÇAS DE RODA NA ALDEIA DE PESO-COVILHÃ, NAS DÉCADAS DE 40-50-60- DO SÉCULO PASSADO. O Poeta José Batista Vaz Pereira AS DANÇAS DE RODA NA ALDEIA DE PESO-COVILHÃ, NAS DÉCADAS DE 40-50-60- DO SÉCULO PASSADO... No largo do chafariz das duas bicas, e ainda no largo fronteiro à Padaria do Ti Basílio Pires, aonde existia um tanque de armazenamento da águas que sobravam do chafariz . - faziam-se ali os bailes de roda, desta dança, ou são o meio ou aos pares . - (...)

Pinturas de José Baptista

09.11.16, José P. Santos
  O Pintor do Peso José dos Santos Baptista, nasceu a 14 de Outubro de 1949, em Macau (República Popular da China), de nacionalidade portuguesa. Aos 5 anos de idade foi viver para Castelo Branco e posteriormente para a terra aonde reside, na freguesia da naturalidade dos seus pais, no Peso, concelho da Covilhã.  Outras Pinturas   CURRICULUM ARTÍSTICO José dos Santos Baptista, nasceu a 14 de Outubro de 1949, em Macau (República Popular da China), de nacionalidade (...)

Igreja Paroquial da Aldeia do Peso - Covilhã

07.11.16, José P. Santos
  Apontamentos Históricos Da Paróquia do Peso, fazem parte as localidades de Vales do Rio e Pesinho Na Igreja Paroquial existem o altar-mor onde no centro há uma moldura da custódia para exposição do S. Sacramento e as imagens de N. S. de Fátima e Santa Maria Madalena. Há lateralmente, um altar a N. S. das Dores com imagem do Anjo S. Miguel Arcanjo, um altar ao coração de Jesus e ainda um altar dedicado às Almas com a imagem de Cristo retratado no lenço de Verónica, ladeado (...)

Recordar é Viver

05.11.16, José P. Santos
  MEMÓRIAS DO PESO ... Como tudo na vida, tem começo, meio e fim ( ... ) eu, neste desfiar de recordações, memórias e registos, quis lembrar no que escrevi o silêncio das quebradas, os tristes ecos e murmúrios de uma brisa vinda da serra da Estrela, ou a cantilena dos regatos que corriam para o Ribeiro do Braçal ou ainda para o rio da minha infância, e aspirar as grandezas das calmas solidões vividas no Chafarizito ou Fonte dos Namorados. Aonde tu e eu amigo, pudesse- mos, (...)

Usos Costumes, Lendas e Tradições no Peso anos 40/50

04.11.16, José P. Santos
 MADEIRO PESO - COVILHÃ ... O NATAL NOS ANOS 50 DO SÉCULO PASSADO... O Peso tem no seu seio,/ um largo que lhe dá graça,/ Tem duas bicas no meio,/ dá de beber a quem passa!... O ritual natalício era uma verdadeira festa. " a queIma do madeiro " no adro da igreja. A tarefa de arranjar lenha, era tradição serem os jovens " das sortes ", carregar a oferta de árvores caducas em especial oliveiras. Nestes trabalhos normalmente quem estava mais disponível colaborava sempre, no (...)

A Minha Aldeia

02.11.16, José P. Santos
  A minha Aldeia de Belarmino Batista Corria a década de 1950/60; nesta Pátria ao longo do Oceano Atlantico, no país mais ocidental do continente Europeo, vivia -se em relação ao mesmo 30, 40 ou 50 (?) anos atrasado. Vivia -se do que se tinha !Nas poucas grandes urbes, ia-se vendo qualquer coisa de novo, como novos edificios, arruamentos com novas urbanizações, alguns milagres da técnica que vinham de <fora>, tais como automoveis, radios transistores e por ultimo a (...)