Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Aos nossos amigos e visitantes

Blog direccionado para a recolha de Fotos, Trabalhos, Documentos, Vídeos etc. sobre " O Passado, Presente e Futuro do Peso" . Procuramos dentro do possível, transmitir o que de mais relevante se passa no Peso e ser um elo de ligação entre os residentes e ausentes. Colabora e envia o que tiveres de interesse sobre o Peso e suas Gentes Agradecimentos - Pela colaboração na cedência de fotos e outros trabalhos às seguintes Pessoas : Rui Morão,José Batista Vaz Pereira, Família de José Pereira Santos, Tó Aníbal, José Batista, Família de João Abrantes Ferraz, Família de José Pires Simões, Vicente Olímpio dos Santos, Família de Manuel Afonso Oliveira, Yoann Manuel Pereira, Maria Pires Serralheiro, António Madeira Varandas, Maria Leonor Ferreira Pires Morão, Ramiro Morais Valentim, Francisco Madeira (Lisboa), Família de Carmelina Ferreira Morão, Patrocínia Proença, João Abrantes dos Santos, Joaquim dos Santos, Joaquim Proença Rebelo, José Mateus Casteleiro, Júlio Mendes Silva ( Morador ao pé do Santuário), Elvira Morais, Artur do Santos Pereira (Ourém), Maria Casteleiro, Maria \"Caraia \", Beatriz Pires, João Mateus Casteleiro, Carlos Casteleiro ( França ), Família de José Guilherme, Humberto Morão (Covilhã), Margarida Maria (Covilhã), Belarmino Batista ( Canadá ), Ângelo Agostinho, Margarida Pires, José dos Santos Vaz, Família de João Sardinha ( sacristão), António Mingote, Mariazinha Lobo, António Pinto ( França ), António Proença ( Barreiro), Álvaro Olímpio, Fernando Morais Valentim ( França ), Sofia Bento ( França ), Família de José Alfredo Aleixo, José Honório Rodrigues, Família de Joaquim Abrantes Ferraz, Rui Machado (Pesenses no Brasil ), Rosa "Cortiça" ( França ) .Se eventualmente omitimos alguma pessoa pedimos desculpa pelo facto e agradeço informação. José P. Santos O nosso Email - aldeiadopeso@sapo.pt A nossa recomendação: Qualquer reprodução dos seus conteúdos deve ser sempre feita com referência à sua autoria.

Serões de Inverno à luz da Candeia

por José P. Santos, em 28.10.16

seroes da aldeia lareira santa nostalgia_thumb[1].

SERÕES DE INVERNO NA DÉCADA DE CINQUENTA DO SÉCULO PASSADO EM PESO - COVILHÃ ... Recordo-me com muita saudade alguns desses serões passados ao redor da fogueira, por cima havia, compridas varas de chouriças, morcelas, farinheiras, etc, que se encontravam para secar. - Em Novembro : A azeitona já está preta/ já se pode armar aos tordos,/ diz-me lá ó cara linda/ como vamos de amores novos. ( ... ) Lembro o meu maior amigo de infância o saudoso Fernando Pereira Proença. Com ele muitas vezes fizemos armadilhas para apanhar os tordos ( ave ) que nós chamava-mos " aboiz " constava de uma pequena vara retirada de um rebento da oliveira, colocávamos uma linha com laço, e a vara espetada na terra vergada, com uma azeitona e assim se dizia caem como tordos. apanhá-mos muitos e ainda compramos ao António Fernandes ( O Galito ) que os vendia a 1$50. o Fernando era um bom atirador de caça e por ele matava mochos, cotovias, e outras aves. E assim fizemos grandes petiscos na casa de seus pais o Ti Manuel Proença e a Ti Rosa Pereira, muitas as vezes estava o José, o João, a Maria Rosa e o António tinha casado e já vivia na Coutada. .Esta história deve ser conhecida de muita gente, da minha geração, naqueles dias de frio com o lume a crepitar na lareira. A juventude hoje, passa os serões nas discotecas e outros locais de diversão, com um calor diferente, nestas histórias antigas que ouvia-mos dos nossos avós quando ainda crianças. Os avós hoje já não têm lareiras nem os netos serões com eles,, são normalmente enviados para um lar da 3ª idade, ou ainda a viver sozinhos nas suas casas sem os serões de inverno para se aquecerem. FIM

 

ALDEIA DE PESO - SAUDADE DAS SAUDADES (...) - Logo após o fim da 2ª Guerra Mundial , era eu ainda muito jovem e estIve num serão de Inverno à luz de uma candeia, na oficina do meu padrinho o Ti António Guilherme ( Ferrador ) com a forja acesa com carvão vegetal, e ainda algumas morcelas, chouriças, bacalhau, tordos, etc,, não faltando o bom pão caseiro e a pomada (vinho) caseira. Na companhia de Homens Bons o Ti José Pires ( regedor) o Ti Artur Morão (presidente da junta) o Ti Luis Amaro, (sapateiro) os irmãos José e Manuel dos Santos (proprietários) o Ti António Guilherme ( dono da oficina) o Ti Zé Vaz ( meu pai) que forneceu todas as morcelas e chouriças a grande especialidade de minha mãe a Ti Ana Batista. Mas também havia dois jovens sempre atentos às conversas dos presentes. o Zé Vaz (eu) com a transferência do nome para as gerações vindouras do Peso o Meu Primo atual Zé Vaz e o Zé Guilherme.Por eles ouvi a LENDA A NOSSA SENHORA. - Quando Nossa Senhora fugiu a Herodes, para evitar que o Menino Jesus fosse degolado , passou junto de uns lavradores que andavam a semear trigo. Perguntou Nossa Senhora a estes lavradores o que semeavam, um deles disse semeio trigo, e um outro disse que semeava pedras. " Pois amanhã" disse Nossa Senhora vinde colher a vossa sementeira". No outro dia , vieram os lavradores ao campo e o primeiro viu que, no sitio da sementeira, já havia trigo nascido, crescido e frutificado. O lavrador, em vista do que viu, mandou logo ceifar o trigo. Passando por ali os judeus, que seguiam em perseguição de Nossa Senhora, perguntaram aos ceifeiros se tinham visto passar por ali uma mulher montada num burrinha

. Os ceifeiros responderam que sim, que a tinham visto passar essa mulher, quando eles andavam a semear o trigo que agora estavam ceifando. Em face desta resposta, ficaaram os judeus desanimados e foram~se embora. O lavrador que semeou as pedras, vendo o vizinho a ceifar o trigo, foi buscar pessoal , para ceifar a sua seara. Mas ao chegar ao seu campo só encontrou pedras ( penedos- calhaus ). Só aí compreendeu que com coisas sérias não se brinca. Recordações que ficaram e que saudade das saudades. FIM

O Poeta do Peso

José Batista Vaz Pereira

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:23




Mais sobre mim

foto do autor


Colaboradores do Blog

Clique na imagem dos colaboradores

José Batista Vaz Pereira

Belarmino Batista José Santos Baptista

Vídeos




calendário

Outubro 2016

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D